DIOGO LIBERANO



Artista-pesquisador graduado em Artes Cênicas – Direção Teatral pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Artes da Cena (PPGAC/UFRJ) e doutorando em Literatura, Cultura e Contemporaneidade (PUC-Rio). É professor da Faculdade CAL de Artes Cênicas, dramaturgo-coordenador do Núcleo de Dramaturgia SESI Rio de Janeiro e diretor artístico e de produção da companhia carioca Teatro Inominável, criadora dos espetáculos NÃO DOIS; VAZIO É O QUE NÃO FALTA, MIRANDA; COMO CAVALGAR UM DRAGÃO; SINFONIA SONHO; CONCRETO ARMADO; PODEROSA VIDA NÃO ORGÂNICA QUE ESCAPA; e das performances O NARRADOR e NADA BRILHA SEM O SENTIDO DA PARTICIPAÇÃO. Junto à companhia, assina a curadoria e a direção artística da MOSTRA HÍFEN DE PESQUISA-CENA, Mostra Bienal de Artes da Cena, desde 2012. Por seu trabalho, foi indicado aos principais prêmios de teatro do Rio de Janeiro: Prêmio Shell (em 2015, pela dramaturgia de O NARRADOR e, em 2016, pela de OS SONHADORES), Cesgranrio (em 2015, pela dramaturgia de O NARRADOR e pela direção de A SANTA JOANA DOS MATADOUROS, junto com Marina Vianna e, em 2016, pela dramaturgia de OS SONHADORES), APTR (em 2013, pela dramaturgia de MARAVILHOSO) e Questão de Crítica (em 2012, pela direção de SINFONIA SONHO e pela curadoria e direção artística da primeira edição da MOSTRA HÍFEN).




Contato:

diogoliberano@gmail.com


Blog:

lendoarvoreseescrevendofilhos.blogspot.com.br


Dramaturgias para download:

Guaraná Cerebral (2010)

Como cavalgar um dragão (2011)

primavera leste (2012)

Maravilhoso (2013)

Medida Provisória – Sete dramas sobre a falta de espaço (2014)

Inquérito (2015)

Os Sonhadores (2016)