LIVS ATAÍDE



Bacharel em Direção Teatral na Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ. Integra o Coletivo Errante. Assinou dramaturgia e direção em: BALEIA (2016) e B I R D (2016). Como dramaturga: BICHAS (2017), direção de Gabriel Pardella. Como diretora: NEM AQUI NEM LÁ (2012), de Cássio Pires; A TEMPESTADE (2014), de William Shakespeare. Como atriz: RINOCERONTES (2014), de Eugène Ionesco, direção de Luiza Rangel; PODEROSA VIDA NÃO ORGÂNICA QUE ESCAPA (2016), de Diogo Liberano, direção de Thaís Barros; A HORA DA ESTRELA (2017), de Clarice Lispector, direção de Jefferson Almeida. Como Iluminadora: TRÊS POR QUATRO (2014), de Dominique Arantes, direção de Rúbia Rodrigues; “ESCUROCLARO” (2015), de Diogo Liberano e Vinícius Arneiro (vencedora do prêmio de melhor iluminação no 28° FITUB – Blumenau); ESSA ESTRANHA SENSAÇÃO DE FAMÍLIA (2017), dramaturgia e direção de Diogo Liberano; ROSE (2018) de Cecília Ripoll, direção de Vinícius Arneiro. Integrou a pesquisa acadêmica “A teatralidade cinematográfica e o uso de novos dispositivos na produção de imagens” (2011 – 2014), com orientação da Professora Doutora Gabriela Lírio Gurgel Monteiro, durante a qual escreveu e dirigiu a peça BALEIA e publicou dois artigos na revista “Ciclorama”, do Curso de Direção Teatral (2013 e 2014).



Contato:

livia.ataide15@gmail.com



Textos para download:

baleia

B I R D

ILHA DE SAL

subjuntivo



‹‹‹ voltar